Ads

Cowboys do espaço

Tem dias que a gente vai montar um look, escolhe uma peça daqui e outra de lá, sem a menor das pretensões, e, quando se dá conta, montou um look todo temático.

Ontem foi assim. Comecei pela saia, um modelo fluido e com uma estampa de respingos de tinta num fundo preto que lembram um céu estrelado. Depois, catei o moleton de lurex prateado. Tava friozinho, mas não muito e o moleton era mais do que suficiente para passar o dia. Aí achei que faltava um acessório, uma biju, sei lá. E foi aí que entrou em cena o colar prateado com pedras meio furta-cor (é assim que chama?). Pra terminar, botinha (porque eu tô aproveitando pra usar enquanto o calor não chega de vez) e bolsa preta de franjas.

Olhei no espelho e achei engraçado. Era uma coisa meio cowboys do espaço: prateado, estrelas, botinhas e franjas. E isso me fez gostar mais ainda.


Olha a saiota mais de perto pra ver se não tem cara de via láctea!


Por fim, o detalhe que me fez morrer de orgulho: consegui fazer o melhor olho gatinho da minha vida: traço fininho na medida e olhos homogêneos. Só não chorei de emoção pra não borrar! A verdade é que ando treinando bastante e me coloquei a meta de ficar boa nesse negócio ainda esse ano. Oremos.


Por hoje é isso, pessoal.

Faltam 181!

Créditos:

Saia: Antix
Moleton: COS
Bolsa: Arezzo
Botinha: Schutz
Colar: Topshop
Delineador: Make B do Boticário

Agradecimentos cheios de carinho

Eu não tenho nem palavras pra dizer o quanto fiquei emocionada com todas as mensagens que recebi ontem aqui no blog.

É muito legal quando acontecem coisas que fazem a gente parar pra pensar sobre a sorte que a gente tem na vida. Afinal, quantas pessoas você conhece podem dizer que recebem, diariamente, doses cavalares de vibrações positivas de outras pessoas que elas nunca viram na vida? Pois é. Eu tenho esse privilégio.

Por isso, queria começar o post agradecendo demais cada uma das pessoas que comentaram aqui ontem. O carinho de vocês fez esse momento ser ainda mais especial e, podem ter certeza de que vou me empenhar para que esses próximos seis meses sejam muito divertidos!

Tô muito empolgada com esse desafio! Tô começando a ver referências pro casório e vou dividindo com vocês ao longo do caminho.

Bem, ontem fez muuuuuito frio aqui em São Paulo. Eu tava crente que o pior do inverno já tinha passado, mas, aparentemente, ele não quer ir embora assim, tão facilmente. Então, já que estou numa fase de ótimo humor (TPM foi embora!), resolvi olhar para o frio como uma oportunidade de tirar do armário um casaco amado e que não tinha marcado muita presença esse ano por aqui.

Portanto, vamos dar as boas vindas de volta ao pelúcia!!!


Ele é quentinho, gostoso e tem cara de casaco de ryka! Perfeito pra uma sexta fria em que se tem que trabalhar, mas, depois do trabalho, ainda dá pra dar uma esticadinha num happy hour ou um jantarzinho.

Como tava frio mesmo, coloquei um tricôzinho por baixo da pelúcia. Como a manga do pelúcia é 7/8, o tricô ajudava a deixar as mãos mais cobertas e as listras ainda davam um toque inusitado saindo por baixo das mangas peludas do casaco.


Na parte de baixo: calça jeans e botinha. Quentinho e delícia. Com cara de sexta. Achei que a história toda ficou com cara de navy perua (o que não deixa de ser um contra-senso legal).

Pra finalizar, oclinhos de madeira com lente espelhada. Extra lindos, super moderninhos e com DNA eco-friendly. Mas o mais legal desses oclinhos charmosos é que eles foram um presente cheio de carinho que eu ganhei da Farm há mais ou menos um mês. Se fosse só isso já seria lindo, mas a Farm é dessas marcas que bota atenção e fofura em tudo o que faz. Então, pra me fazer morrer de amores de uma vez, eles gravaram isso aqui numa das hastes do meu oclinhos:


Cataploft. Amor instantâneo.

Então, num dia como hoje, cheio de carinho e agradecimentos, acho que ele caiu como uma luva.

Beijinhos e bom finde procês.

Mais tarde tô de volta com o look do sabadão!

Ah! E faltam 182 dias !!!

Créditos:

Calça: Dzarm
Tricô: H&M
Pelúcia: Zara
Bota: Schutz
Óculos: Farm
Bolsa: suuuper antiga, acho que é da Uncle K
Batom: Diva da MAC

Duas notícias quentes ;-)

Eu venho planejando esse post já tem quase um mês. A verdade é que não gosto muito de ficar criando expectativas em torno das coisas. Mas, já que a hora chegou, quero já dizer que ele é bem especial.

E ele é especial por dois motivos. Vamos começar do começo então.

Há quase dois meses, entrei num avião rumo a Barcelona. Fui na expectativa de passar 12 dias tranquilos e felizes ao lado do boy. Coincidência ou não, no meio da viagem, a gente comemoraria dois anos de namoro. E foi justamente nesse dia, no dia em que a gente comemorava os nossos 728 dias juntos, que ele resolveu me pedir em casamento.

Foi fofo, foi diferente e foi a nossa cara. E a resposta só podia ser SIM. :-)

E, agora, um mês e meio depois, o casamento já tem data: 28 de fevereiro de 2015. Daqui a exatamente 6 meses.

E é aí que entra o segundo motivo.

Faltam 6 meses. Seis meses pra organizar, seis meses pra se preparar e seis meses pra conseguir juntar todo o dinheirinho necessário pra botar a festa que a gente sonha de pé.

Desde que eu fiz o desafio de ficar um ano sem comprar, a minha relação com o din din mudou. Hoje, tenho o meu din din das compras e tenho o meu din din de colocar no banco todos os meses (eu disse TODOS, sem exceção). Porém, estamos falando aqui de uma nova situação: um momento que exige esforços redobrados.

Com tudo isso em mente, fiquei pensando: qual seria um bom jeito de conseguir juntar mais uma graninha nessa época pré-casório?

E é aí que chegamos na segunda notícia deste post que vos fala. O meu novo desafio:


Exatamente: seis meses sem comprar. A não ser por um vestido: O vestido.

Um desafio mais modesto, sim. Mas não menos importante. E, com certeza, não menos divertido!

A ideia é exatamente a mesma do primeiro desafio. Agora, porém, mais curto e com um objetivo claro em mente: juntar o máximo de din din possível pra conseguir bancar o casório sem se complicar. Ah, e claro, podendo comprar apenas um ítem de moda/vestuário: o vestido do grande dia (ok, pode comprar véu e sapato pro dia também, combinado? ninguém merece casar com vestido novo e sapato velho).

Pra comemorar o início desse novo momento aqui no blog (e na minha vida!!!), montei um look todo branquinho (porque branco é cor de vestido de que mesmo? :-). Tudo branquinho, porém tudo pro dia a dia (branco noiva só em fevereiro). Ó só:


A verdade é que eu ando bem obcecada com tricôs. Talvez pelo friozinho delícia que fez aqui ontem e hoje. Talvez porque ele seja a coisa mais gostosa do mundo de usar.

A outra obsessão do momento, sem dúvida, é o branco. Ando alucinada por looks de inverno branquinhos. Acho uma dessas contradições maravilhosas que a moda proporciona pra gente.

Combinei uma saia de couro falso branco, com o tal do tricô branco e amei o resultado. Conforto e fofura convivendo juntos.


Por fim, escolhi alguns acessórios poderosamente dourados pra dar aquela quebrada na brancura total (são as mesmas bijus do look Cleópatra!): bijus, bolsa, etc.


É isso , pessoal! Tô muito feliz em compartilhar esse novo momento com vocês. Obrigada por estarem presentes e nos vemos em breve com o dia 02!

Créditos:
Tricô: Zara
Saia: Zara
Sapato: Zara
Colar franjas: Pick'n mix
Colar áries: TopShop
Bolsa: Louloux

Moderna e vintage. Vintage e moderna.

Hoje de manhã, quando terminei de montar o look, saí do quarto e dei de cara com o boy voltando da corrida. Ele:

"Que moderna e vintage. E moderna. E vintage."

Ah, os homens. Acho que vou montar um tumblr só com as frases de efeito que eles emitem sobre os nossos looks.

O que eu amo sobre as frases masculinas é que elas tem esse dom de simplificar tudo e, através do simples simplificar, conseguem expressar perfeitamente a essência das coisas.

O look de hoje é isso mesmo. Uma confusão de referências so passado com referências do futuro, num grande mash up que acaba virando o presente.

Tá parecendo música do Djavan, mas não é. A verdade é que o look de hoje foi inspirado num dos ícones de moda da minha infância: o tênis.

Não, não estou falando do sapato, estou falando do esporte. Aquele em que as pessoas ficam batendo na bola com a raquete. Esse. Então, desde criancinha que eu acho roupa de jogar tênis a coisa mais charmosa desse mundo. Não foi a toa que a Lacoste nasceu ali mesmo no campo.

Eu achava aqueles outfits a coisa mais graciosa e feminina desse mundo: saias rodadas, blusinhas pólo, faixinhas no cabelo. Tudo super girlie e lady.

O look de hoje bebe nessa fonte. Começando pela parte de cima: um tricô super leve e que, não fosse pela ausência de um certo jacaré, poderia ter saído de uma coleção antiga da Lacoste. Ok, não é pólo. Mas tem todo um design e cores e essa coisa blocada embaixo com listrinhas em cima que, pra mim, tem tudo a ver com a marca.

Na parte de baixo, como não dava pra ser uma saia rodada branca curtinha, aproveitei pra reutilizar a saia rodada branca midi.


Eu não sou muito de gostar de coisas combinadinhas, mas hoje tive que abrir uma exceção. Fui vestindo cada uma das peças e achando que tava ficando tão fofo que não dava mais pra mudar de ideia. Quando dei por mim, lá estava eu com blusa vermelho, azul e branco e sapato vermelho, azul e branco.

A loucura da combinação foi tanta que até o batom entrou na história e ficou vermelhão.


Por fim, os dois toques de modernidade que, provavelmente, suscitaram a frase do homi.

É que, quando me ví no espelho de saia, blusa e sapatinho alto, achei que a coisa toda pedia um toque de modernice e, por que não, de um pouco de bom humor. Foi aí que entraram: a bolsa do momento (para semanas loucas de trabalho) e o óculos espelhado lindão.

Legal notar que o óculos, apesar de ser espelhadão, ele tem um formato redondinho que tem um pézinho lá em algum lugar do passado.


Ixi, e ainda teve o batom vermelho! Muito pra um dia!

Queria só terminar o post falando que amanhã teremos um dia cheio de surpresas aqui no blog. Nem vou falar mais nada pra não dar muita bandeira.

Amanhã conto tudo. ;-)

Créditos:

Saia: Zara
Blusa: Vintage&Amigos
Sapato: Zara
Carteira: Zara
Óculos: Zara

(eita que teve Zara adoidado hoje)

Inverno no Rio

A única coisa que pode salvar uma segunda é a lembrança ainda tão próxima de um domingo feliz. Ok, talvez isso faça com que a segunda seja um pouquinho pior.

A verdade é que, sempre que eu volto do Rio, rola uma renovada na alma e uma aquecida no coração que faz com que começar uma nova semana não seja tão doloroso assim. Especialmente quando a noite de segunda significa deitar na cama e postar fotos na beira do mar enquanto, na TV, rola Emmy Awards. #winning

Bem, eu falei beira do mar? Ok, falei. Mas, veja bem, estamos falando da beira do mar de agosto. Do inverno no Rio. Do inverno de céu azul, tempo fresco e mar da cor do céu. Estamos falando de praias com a quantidade exata de pessoas que não dá a sensação de abarrotamento, nem de esvaziamento demasiado.

Eu tava indo pra praia à pé mesmo. E, por cima do meu biquini tomara que caia, escolhi um macaquinho preto, porém levíssimo e com as costas recortadas. A ideia era montar um look pra praia que fosse mais urbano e moderninho e que tivesse a ver com a estação.


Pensando nisso, combinei o macaquinho com acessórios de cores neutras: bolsa saco branca (tudo a ver com a informalidade da praia) e sandalinha preta super aberta.

Aliás, tenho tentado ampliar os meus horizontes calçadísticos praianos. Eu amo Havaianas, mas, de vez em quando, é bom flertar com sandalinhas diversificadas de vez em quando.



Pra finalizar, dois acessórios com uma pegada mais ousada pra dar uma apimentada no basicão praiano invernal: óculos pied de poule PB e turbante cinza com uma estampa super minimal.

Turbante é outra coisa que estou introduzindo há algum tempo nos outfits praianos, especialmente porque ele resolve bem a questão do cabelo ao vento e ainda dá um ar estiloso pro look, mesmo quando se está só de biquini ;-)


Mas o melhor acessório de todos, definitivamente, foi o dia lindo que o Rio nos deu de presente. Que todos os finais de semana sejam privilegiados com esse mesmo colorido. E, se as semanas puderem ser também, a gente agradece.

Créditos:

Macaquinho: Forever 21
Bolsa: Marc by Marc Jacobs
Sandália: Zara
Óculos: Zara
Turbante: AMP


Uma auto-análise de estilo

Eita que essa semana foi corrida e eu quase não consegui aparecer por aqui. Porém, cá estou eu, num sábado de manhã, pra começar a compensar a minha ausência.

Outro dia, alguém fez um comentário num dos posts aqui do blog (ou no Insta, não lembro) sobre como eu tenho andado mais básica depois que mudei de trabalho. A pessoa me perguntou se isso teria alguma coisa a ver com um ambiente de trabalho mais formal ou com coleguinhas mais tradicionais.

Li o comentário e, imediatamente, comecei a tentar lembrar dos últimos looks pra tentar fazer uma auto-análise. Engraçado como, às vezes, a gente precisa do olhar de uma outra pessoa pra se dar conta de algumas coisas.

Talvez a palavra que melhor defina o meu estilo no último mês (não coincidentemente, desde o início do trabalho novo) seja adulto. Não, não estou falando isso como se fosse uma coisa boa. Nem como se fosse uma coisa ruim. A verdade é que, com o trabalho novo e as novas responsabilidades que vieram com ele, eu acho que devo ter feito escolhas, mesmo que inconscientes, na direção de um estilo menos girlie e mais adulto. A pessoa tá querendo imprimir responsabilidade no trabalho novo, entende?

A coisa boa de se dar conta disso tudo é conseguir prestar atenção nas minhas escolhas pra conseguir fazê-las de um jeito mais consciente e sem abrir mão do estilo que me faz ser o que eu sou. Evoluindo, claro, mas sem perder a essência.

Dito isso, o look desse post foi uma escolha bem consciente e feliz. Eu ando numa tara por brancos e pretos e looks monocromáticos de uma forma geral. E, desde o fatídico post de debut da saia branca, eu ando querendo usá-la novamente.

Dessa vez, a ideia era usá-la justamente marcando a cintura e deixando que o evasé trabalhasse a favor de me proporcionar um corpinho mais curvilíneo. Para isso, escolhi uma camisa social branca super clássica e, pra não ficar muito folgadinha e perder a cintura, dei o truque do acabamento com o nozinho na frente.


Eu simplesmente amei o resultado do look total white. Sempre acho que o look branco acaba ganhando até do preto. Ele combina a elegância da cor neutra com uma leveza e personalidade que é só o branco tem.

Sobre acessórios: a escolha da bolsa foi até meio óbvia. Eu tinha acabado de comprar. Passei na Zara no dia antes, enquanto esperava o boy sair do trabalho. Dei de cara com essa carteira e me identifiquei na hora. Eu tava de TPM e estressada por conta do trabalho e a bolsa me ajudou a dar risada de mim mesma (é bom quando as roupas fazem isso pela gente, né?).



Se não deu pra ler direito, a bolsa diz: "Stressed" (estressado) na frente e "but well dressed"(mas bem vestida) atrás. Tem como não amar?

Finalizei a história com um sapato prateado, porém com um ar bem masculino, só pra dar uma pitada mais moderna.


Ah! E prendi o cabelo! Na verdade, as primeiras fotos desse look foram feitas com o cabelo solto. Mas, lá pela metade da sessão, percebi que o cabelo estava cobrindo essa gola linda e armada. Prendi na hora e achei que fez toda a diferença. ;-)

Bem, tá aí o meu post matinal de sábado. E mais tarde tem mais novidades! Acabei de chegar no Rio com uma mala bem interessante! Conto no próximo post.

Bom sábado procês!

Créditos:

Saia: Zara
Camisa: Turquesa
Sapato: C&A
Carteira: Zara
Óculos: American Apparel
Anel: B.Luxo

Efeito cara de bobo

Vira e mexe, num relacionamento, há de se separar um momentinho no meio de uma semana corrida para, simplesmente, parar, sentar num restaurante gostoso (ou na sala de casa mesmo), tomar uma tacinha de vinho e botar o papo em dia.

E, nesses dias, não tem nada mais gostoso do que conseguir sair um pouquinho mais cedo do trabalho, passar em casa, tomar um banho e investir um tempinho em se arrumar pro tal date. Tem coisa melhor do que ver a cara de bobo do homi quando dá de cara com a gente toda arrumadinha e cheirosa?

Pois bem. Ontem, no meio de uma tarde atribulada, me veio uma vontade doida de chamar o boy pra jantar. Só nós dois.  Nos últimos dias eu andava tão mal humorada por conta da TPM que resolvi que ele merecia um jantarzinho de agradecimento pela sua infinita paciência. E, já que era pra agradecer, melhor agradecer direito. Vestido novo, make, salto alto. A meta era clara: causar a tal cara de bobo.


Como era só um jantar despretensioso no meio da semana, optei por um vestidinho wrap bem discreto (nada de brilhos, nem muita pele à mostra), mas que marca a cintura de um jeito super feminino.

Como a pegada era ser feminina sem ser vulgar, aproveitei pra fazer um olho gatinho mais marcante e o resto da make bem básica.


Aproveitei o clima mais conservador do vestido pra caprichar em bijus douradas com um arzinho vintage e complementei com a tiara, também dourada, que deixa tudo com um arzinho meio de princesa.


O último item a integrar o look foi a bolsinha preta trançada com fecho geométrico e alça de corrente também dourados.

Look completo e efeito desejado cumprido com louvor. Cara de bobo: check.

Créditos:

Vestido: Andrea Marques
Bolsa: Coquette (Barcelona)
Sapato: C&A
Tiara: Accessorize
Pulseiras: Q-Guai